Reconhecimento a Sérgio Moro

Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
Share on email

A Associação Paranaense dos Juízes Federais – APAJUFE, vem por meio da presente prestar reconhecimento aos serviços realizados pelo ex-Juiz Federal e ex-Ministro de Estado SÉRGIO FERNANDO MORO, junto ao Ministério da Justiça e Segurança Pública.

 SÉRGIO MORO renunciou a 22 anos de uma carreira de enorme destaque como magistrado federal, em sua atuação colocou o nome da justiça federal em evidência no cenário nacional, como nunca antes havia ocorrido. Hoje, não há pessoa que não saiba o que é a Justiça Federal e muito disso se deve a SÉRGIO MORO.

 Ao renunciar a sua carreira como Juiz Federal, também deixou sua residência em Curitiba e teve que se afastar de sua família, em detrimento de sua vida pessoal, para servir o país na função de Ministério da Justiça e Segurança Pública e buscar um Brasil melhor.

 Desde que assumiu o cargo de Ministro da Justiça e Segurança Pública, SÉRGIO MORO sempre deixou claro que seu objetivo era o combate à corrupção, à criminalidade violenta e à criminalidade organizada, mazelas que desde sempre afligem nosso país.

E obteve grande sucesso no combate a esses males, como comprovam a redução expressiva da criminalidade no ano de 2019, em que houve queda sem precedentes históricos de 19% no número de assassinatos, além de queda significativa em outros crimes e recordes de apreensão de drogas.

 É de se destacar ainda a criação da Secretaria de Operações Integradas – SEOPI, que desenvolveu um programa inédito para efetivo controle de fronteiras. O fortalecimento do Departamento Penitenciário Nacional – DEPEN, por meio do qual lideranças das maiores organizações criminosas de nosso país foram isoladas em presídios federais para impedir a continuidade de suas ações criminosas. E da Secretaria Nacional de Políticas Sobre Drogas – SENAD, que realizou leilões de inúmeros bens apreendidos que estavam há anos parados, convertendo-os em renda para os cofres públicos em valores superiores a R$ 8 milhões de reais.

 Na seara legislativa foi aprovado o pacote anticrime que trouxe inúmeras inovações importantes no combate à criminalidade, como o confisco alargado, o acordo de não-persecução penal, o endurecimento de medidas em face de criminosos reincidentes, pertencentes a organizações criminosas ou milícias, o endurecimento do regime prisional para crimes violentos, entre outros.

 Foram marcas de sua gestão no Ministério da Justiça e Segurança Pública: o planejamento, a ética, a transparência, a integração e a inteligência.

 Por fim, é de se destacar que, seja em sua atuação como Juiz Federal, seja como Ministro da Justiça e Segurança Pública, SÉRGIO MORO sempre se pautou pelo respeito incondicional à lei e ao Estado Democrático de Direito, em especial pela preservação da garantia absoluta de autonomia e independência das instituições de controle e investigação em face de interferências políticas indevidas.

 Não seria diferente agora, fato que, infelizmente, impediu a sequência do excelente trabalho que foi realizado e que é reconhecido por meio deste singelo ato.

 Por todo o exposto é que a Associação Paranaense dos Juízes Federais – APAJUFE, em nome de todos os juízes federais do Paraná que a compõem, vem por meio da presente, reconhecer os relevantes serviços prestados em prol do Brasil na condição de Ministro de Estado pelo ex-Juiz Federal e ex-Ministro da Justiça e Segurança Pública, SÉRGIO FERNANDO MORO, por meio de placa comemorativa a ser entregue tão logo encerrado o período de isolamento social.

Curitiba, 25 de abril de 2020

Associação Paranaense dos Juízes Federais

APAJUFE